gototopgototop

Powered by JoomlaGadgets

Eixo: IGREJA QUE SE RENOVA

A conversão pastoral de nossas comunidades exige que se vá além de uma pastoral de mera conservação para uma pastoral decididamente missionária. Desse modo, seguindo o mandato evangélico-missionário: ide por toda a Terra e fazei todos os povos discípulos meus (cf.28,16-20) reafirmamos o compromisso de sairmos de nós mesmos e das estruturas antigas que nos deixam estagnados diante dos “sinais dos tempos” que nos interpelam a cada dia. É necessário renovar todas as estruturas eclesiais em vista do discipulado e da missionariedade. Nenhum segmento deve se isentar de entrar decididamente, com todas suas forças, nos processos constantes de renovação missionária e de abandonar as ultrapassadas estruturas que já não favoreçam a transmissão da fé.

O Documento de Aparecida trata a paróquia como um espaço importante da comunhão eclesial, mas reconhece que há “estruturas ultrapassadas, que não favorecem a transmissão da fé e devem ser abandonadas, em vista da renovação missionária” (DA 365). TB p. 22


Programa 3:

FORMAÇÃO E ESPIRITUALIDADE DOS DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS


A formação e a espiritualidade caminham de mãos dadas. A formação, numa perspectiva missionária, deve embasar a atuação do cristão na comunidade e na sociedade, despertando para a valorização da vida, a dimensão humana – em vista da convivência fraterna – a cidadania, a inserção política, o diálogo ecumênico e inter-religioso e a consciência ecológica. E é fundamental a busca por uma espiritualidade encarnada-vivencial, capaz de relacionar o que se vive com o que se celebra. (TB p. 25)

O encontro com Jesus Cristo na Palavra, nos Sacramentos, na prática da religiosidade popular e no acolhimento dos pobres nos leva a seguir o caminho do Senhor. Fortalece-nos como seus discípulos e discípulas, para viver, amar, perdoar, cuidar dos mais pobres e dos pequeninos. Esse encontro é o fio condutor de um processo que culmina na maturidade do discípulo e discípula, deve renovar-se constantemente pelo testemunho pessoal, pelo anúncio do Evangelho e pela ação missionária da comunidade. (TB. Introdução - p.8)

Objetivo geral do programa:

Desenvolver um processo de renovação da Comunidade, para que seja capaz de estar presente no mundo, santificando-o e santificando-se nele, como Igreja missionária presente nas diferentes realidades, reunindo e formando pessoas para viverem o Evangelho, ligando fé e vida, vivendo a comunhão eclesial, na escuta da Palavra de Deus, na Partilha e Solidariedade, valorizando o protagonismo dos leigos na missão

voltar