gototopgototop

Powered by JoomlaGadgets

EIXO: IGREJA QUE ACOLHE


“Necessitamos sair ao encontro das pessoas, das famílias, das comunidades e dos povos para lhes comunicar e compartilhar o dom do encontro com Cristo” (DA 548). Essa convocação nos chama a atenção para mudarmos a concepção de acolhimento.  Nossa busca deve ser por uma Igreja acolhedora, em todos os âmbitos – e não somente com a implantação de uma pastoral da acolhida. Acolher é uma atitude que abre as portas para as desafiadoras realidades que nos cercam, e nos impele a abraçar a todos – os que estão integrados à vida da Igreja e os afastados do seio da comunidade. Essa atitude deve permear toda a ação pastoral. (TB p.18) (TB = Texto Base do 7º Plano da Arquidiocese)


Programa 1: COMUNIDADE ACOLHEDORA

"Guardai a Bíblia em vossas casas, lede, aprofundai e compreendei suas páginas, transformai-a em prece e testemunho de vida, ouvi-a com amor e fé na liturgia. Criai silêncio para escutar, conservai o silêncio depois de ouvi-Ia para que ela continue a habitar, a viver e a falar convosco. Fazei-a ressoar no início do dia para que Deus tenha a primeira palavra, e deixai-a ecoar em vós ao cair da tarde para que a última palavra seja de Deus" (SB, mensagem final).


Os discípulos ouviram a Palavra de Deus e, na sua força, saíram em missão, testemunharam e acolheram a todos. A partir do encontro com Cristo, a Palavra Encarnada, devemos ir além das regras e dos preceitos.  (TB p.19)


Com uma atitude missionária devemos abrir não só as portas da Igreja templo, mas também as portas do coração de cada membro da comunidade. O lançar-se para acolher evoca a dimensão missionária da Igreja peregrina. Esta Igreja deve ser rosto do Cristo Bom Pastor, que acolhe de forma fraterna e carinhosa. Somos chamados a ser uma Igreja menos disciplinadora e mais amorosa. (TB p.20)


Objetivo geral do programa -

Considerando que a Casa da Palavra é a Igreja onde se vive os ensinamentos dos Apóstolos, a fração do pão, a oração e a comunhão fraterna, queremos que a nossa Comunidade seja um lugar de encontro com o Cristo - Palavra e experiência de ser Igreja na vivência fraterna, aberta para fazer o caminho da missão no mundo, compartilhando o dom recebido.


Projeto 1.1:

ROSTO ACOLHEDOR DE TODAS AS PASTORAIS E SERVIÇOS DA COMUNIDADE

Objetivo específico

Mobilizar os coordenadores e agentes de todas as pastorais para que em todas as ações manifestem o rosto acolhedor da Igreja, a partir de um processo de conversão pessoal e pastoral, repensando o nosso modo de agir desde as nossas reuniões e demais encaminhamentos pastorais, vivenciando os valores evangélicos.

O QUE

Conhecer, estudar e aplicar técnicas e dinâmicas de trabalho em grupo, condução de reuniões, metodologias de avaliação, relações interpessoais, trato com a diversidade e limitações.

COMO

Encontros de formação, retiros, visitação entre os agentes e as pastorais, ir ao encontro de novas situações (creches, lar de idosos, etc), confraternizações entre coordenadores e agentes.

QUEM

ECPP e Coordenadores das Pastorais

COM QUE

Salas ambientadas

Casas de Retiro

Transporte e alimentação

Parcerias com profissionais com conhecimentos destas atividades

QUANDO

A partir da Assembléia Paroquial de setembro de 2010

ONDE

Paróquia

RESPONSÁVEL PELO PROJETO

ECPP

voltar